quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Critérios

A feira de São Mateus, em Viseu, proporciona aos seus visitantes um vasto leque de concertos com alguns dos melhores artistas nacionais.

Os concertos, na sua grande maioria, são pagos o que, nos tempos que correm e em ano de eleições, é de louvar.

Contudo, não percebo e não concordo com os preços dos espetáculos.

Por exemplo, se querem ver o David Carreira pagam 5 euros, mas os Capitão Fausto são de borla.

A Áurea custa 3 euros, a Cuca 4 euros assim como o José Cid, mas para o Abrunhosa têm de pagar 5 euros.

Fazem algum sentido estas diferenças?

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Corrupção da Realidade

"Conheci há uns anos um professor romeno que me contou duas ou três obscenidades sobre a ditadura do camarada Ceausescu. Dizia ele que o problema do regime não estava apenas na violência explícita. Estava na “corrupção da realidade” - uma forma de faIsificar o senso comum, apresentando como normais situações absolutamente anormais.
(...)
Portugal passa por um processo semelhante. Não somos uma ditadura, mas todos os dias a anormalidade é apresentada como uma nova normalidade."

João Pereira Coutinho, Sábado

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

É isto!

"Professô Rolando • há 2 dias

O professor actual é o equivalente a um a Animador Sociocultural, um artista circense, um palhaço, um fiel de armazém, ou seja, é alguém para tomar conta deles.

A escola passou a ser um depósito de crianças para que os pais possam trabalhar. Para ser professor serve um individuo qualquer desde que tome conta deles.

Depois pede-se a estes "entertainer" para preencherem umas plataformas e fazerem uns relatórios e umas atas e pronto é isto "Ser Professor".

Mas a malta julga-se gente importante - uns setôres - e no fim de contas são é uns valentes tristes."

Como "store", não podia estar mais de acordo! Acrescentaria à primeira frase as profissões de domador e entertainer. 

No seguimento da mensagem anterior

Na semana passada, o realizador do jogo entre o Guimarães e o Benfica decidiu colocar no ar uma adepta encarnada, enfatizando alguns atributos. 


Depois disto, as redes sociais incendiaram-se contra o realizador, conta a adepta, contra o sexismo, contra o escravatura, contra o apartheid, contra a Coreia do Norte e contra os tocadores de Clarinete. 


Obrigado a todos por me darem, todos os dias, motivos para sorrir.