quinta-feira, 27 de julho de 2017

14 milhões não compram um iatezito (pequenito)?

O presente de 14 milhões de Ricardo Salgado "’Liberalidade’. Foi com esta expressão jurídica que o banqueiro justificou, no Banco de Portugal e no DCIAP, ter recebido, não 8,5 mas um total de 14 milhões de euros do construtor. Em causa estava "um acto de carácter espontâneo e a título gratuito que venha a favorecer ou a beneficiar economicamente alguém". Resumindo, uma oferta em dinheiro.

Jornal de Negócios

"Na primeira vez que foram a minha casa vinham à procura dos iates, em Monte Carlo. Não há iates, nunca houve. Ah, e não há castelos na Escócia."

Sábado

Mais uma mensagem da rubrica: e o burro sou eu!




Sem comentários:

Enviar um comentário