domingo, 28 de maio de 2017

A caminho de Damasco

O tempo voa e eu não voo com ele
Os dias passam e não amanheço
A noite cai e estou-me a vestir
As relações são um adereço,

Sofro demais por coisa nenhuma
Chamo o criado e nada lhe peço
Confundo o tempo com o seu contrário
A vida passa e não me conheço,

Acordo lendo uma triste missiva
Não me recordo da noite passada
Solto os comboios nas linhas do tempo
Sempre fui tudo e agora sou nada,

Caminho assim sem eira nem beira
Tento fugir das marcas da estrada
Caio da sela e chamo-me Saulo
Mudo de vida e aceito a chamada.

Caravaggio

sábado, 27 de maio de 2017

Não sei quem tem razão, mas sei quem enfiou a carapuça!

"O que se passou nos Globos de Ouro com Bárbara Guimarães e Rodrigo Guedes Carvalho teve uma enorme vantagem: coloca a falsa vítima e o seu parceiro de performance no sítio certo: no palco do entretenimento, do faz-de-conta, da mentira bem treinada e bem premeditada", escreveu na rede social Manuel Maria Carrilho.

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Di-co-to-mi-as

"Esquecemo-nos, muitas vezes, que, atrás daquilo que vemos, está um homem ou uma mulher, tão fracassado como nós, em busca da perfeição.
O que é a perfeição?
É uma crueldade que Deus nos meteu na cabeça."

João Tordo, O deslumbre de Cecília Fluss

Esquecemo-nos que são os outros ou que somos nós os fracassados?
All In na segunda hipótese.

O amor é assim

Maria

Papá

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Quem Gosta do Salvador há mais Tempo?

Portugalex de 24 Mai 2017 - RTP Play - RTP

A inveja é muito feia




Aparece uma modelo portuguesa em Cannes, com um vestido arrojado, sendo elogiada pela sua beleza e elegância por toda a crítica mas, no burgo, os comentários da populaça portuguesa invejosa são estes: 




MRSPOCK • Há 2 horas e 52 minutos
esta é daquelas que nada sabe fazer para sobressair e então aparece nesta figura ara todos olhar não para a cara mas para outros sítios se perguntarem hoje como é portuguesa ninguém se lembra



CAMISOLA BERRANTE • Há 3 horas e 11 minutos
Tantos tipos a dizer mal da miúda, que não é gira, que não vale nada. Um conselho para quem não gosta, na net há muito por onde escolher e para alguns umas fotos com homens até seria o mais indicado.


PHILIPEAMARAL • Há 13 horas e 58 minutos
e digo mais banal banal mas como tem o arabe a bancar consegue aparecer em lugares de relevo! quanto á indumentária? típico duma rameira!!! E digo mais estes caramelos do rascord vêm um rego e deliram então se virem uma gaja nua ...devem correr para a casa de banho ou para trás duma moita :D


JORGEJUDAS • Há 16 horas e 26 minutos
Esta gaja só mesmo nua é que chama a atenção, porque de cabeça, um galinha é superior!


RITFW • Há 21 horas e 2 minutos
Escanzelada. Como alguém disse só se safam os olhos. Sem make up é de fugir.
Adriana Lima e a mirandinha dão lhe quinje a zero.


MARRETA_17 • Há 21 horas e 13 minutos
Mais uma vez se vê nos comentários porque é que Portugal não avança... sempre a falar mal do pouco de bom que temos que nos representa lá fora. Desde o Ronaldo ao Salvador Sobral, houve, há e haverá os que falam mal, mas mau é serem mais Portugueses nessa lista de mal dizentes.


PASSAABOLAPA • Há 22 horas e 21 minutos
Para aqueles que estamos acostumados a bombas Sul Americanas coitada da rapariga so se salvam os olhos.....

DEVO_600MILHOES_AO_BES-E-SOU_LIVRE • Há 1 dia
bonita,,,,, mas fraca de corpo.



QWERTY71 • Há 1 dia e 1 hora
Um óptimo exemplo de como se aproveitar os reposteiros antigos da sala de jantar! Esta moça é uma empreendedora nata, e será convidada de honra na próxima Web Summit da Mouraria!!!



TOZEPEREIRA • Há 1 dia e 1 hora
Só falta a placa na testa a dizer: OFERECE-SE



Evidentemente maus e de gente que não tem mais que fazer, adoro ler estes comentários. São um bálsamo para a minha (a)normalidade!

Que injustiça!

Mães são principais agressoras dos filhos

Serviço SOS-Criança alerta que são as mulheres quem, dentro da família, “mais vezes bate nos filhos”. Situação pode dever-se ao facto de estarem “mais próximas dos filhos” e passarem “mais tempo com eles.”

O que são maus tratos físicos e psicológicos?
Uma palmada na hora certa depois de uma asneira é um mau trato físico? Um castigo verbal ou uma frase dita num tom ameaçador a um filho depois de uma asneira é um mau trato psicológico? 
Esta notícia, para mim, é extremamente injusta para com as mulheres/mães. Muitos pais, por razões profissionais, de divórcio, de temperamento (o meu caso), deixam o papel mais difícil às mães e estas, forçosamente, têm de educar os filhos. Assim, condená-las por um berro ou um tabefe - é disso que se trata no título da notícia - parece-me excessivo e até ridículo. Além disso, cada caso é um caso e generalizações a esta altura do campeonato... ainda há quem caia nessa?
Considero-me um privilegiado porque tive um boa educação com uma mãe com M muito grande. Nunca me faltou carinho, amor, atenção, meiguices... e palmadas (poucas). Por vezes, um bom ralhete dói mais que uma bofetada e - acreditem - sei do que estou a falar.
Posto isto, neste país de brandos costumes, a notícia é ridícula.

Perfeito...

Devolver manuais danificados e pagar coima?

 "- Não pago! Se tivesse dinheiro para pagar, tinha comprado os livros. Eu tenho lá culpa que o catraio tenha estragado os livros. É que é para o lado que durmo melhor...
- No próximo ano não lhe dão os manuais e...
- E o catraio vai para a escola sem livros, os professores que se arranjem... No último dos casos compro os livros ao miúdo, que era o que eu devia ter feito este ano."

Rui Gualdino Cardoso

terça-feira, 23 de maio de 2017

Excelente Artigo - O Dever de Educar...

Algumas frases soltas:

"Atualmente, é cada vez mais notória a dificuldade que os pais têm em exercer autoridade sobre os filhos."

"É como se os pais tivessem medo de confrontar os filhos, de discipliná-los porque isso faria entristecê-los."

"Há pais que estão a criar crianças soberanas e não autónomas, pequenos ditadores (expressão imortalizada pelo psicólogo Javier Urra)."

"A entidade família não pode nem deve ser uma democracia, onde todos os elementos têm direitos iguais."

"Os filhos de hoje serão os pais de amanhã e partindo do princípio de que aprendemos por modelos é urgente que os pais/encarregados de educação tenham consciência da importância e do impacto que os seus comportamentos têm nas gerações futuras, quer essas crianças e jovens estejam no papel de filhos, quer no papel de alunos."

Vera Areal

Artigo completo Aqui

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Já não se aguenta!

A Madonna esteve em Sintra. A Madonna publicou uma foto das filhas em Lisboa. A Madonna procura uma escola portuguesa. A Madonna foi à praia, a Madonna isto.... a Madonna aquilo. Já não se aguenta. 
Se a cantora quer escolher o nosso país para viver, só a ela diz respeito. Para nós, portugueses, seria bem-vinda. 
Um pequeno conselho se gostam de ter cá a Madonna: deixem-na em paz porque, se calhar, é dessa paz que ela precisa para escolher Portugal como residência permanente e é essa paz que lhe falta noutros pontos do globo. De outra forma, acham que ela aguenta muito tempo por cá se além de políticos corruptos, justiça lentíssima e burocracia esgotante, ainda tiver de levar com constantes intromissões na sua privacidade? 
Da minha parte, se me cruzar com ela, levará com um bom dia (em português) e só terá tempo de me ver as costas!




A sério?

As seguradoras portuguesas perdem milhões de euros em sinistros simulados. “Para provocarem sinistros, pagam a ‘kamikazes’. Pessoas que, usando equipamento de proteção dos motociclistas, como blusão, luvas e capecete, não hesitam em lançar-se de carro contra paredes e muros, ou por ribanceiras, para enganar as seguradoras. Não raras vezes, acabam por sair com ferimentos”, diz Manuel Castro, Jornal da Notícias.

Palavras para quê?

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Ninguém é pobre senão de espírito

"Esta ideia de punição e de criação de um estereótipo do que é um bom pobre e um mau pobre é muito preocupante. (...) Eles (pobres) para receber o apoio em géneros têm de trabalhar, geralmente na própria associação. Não podem ter problemas com álcool, droga e prostituição. O pobre tem de mostrar que quer melhorar. Não pode frequentar cafés, nem receber apoio de outras instituições. "

João Teixeira, As classes populares, Prova Oral


A propósito da opinião transcrita em cima, tendo a concordar com a teoria, mas nunca com a prática.
A divisão entre pobres bons e maus está, na minha opinião, mal formulada. A verdadeira divisão deveria estar mais perto de "pobres de espírito" e "pobres de circunstância".
Os pobres de espírito são aquela classe social portuguesa que adoptou a pobreza como profissão. A pobreza material advém da pobreza de espírito. Vivem da mendicidade, de subsídios, de esmolas, de pequenos roubos que vão surgindo aqui e ali. São aqueles que corporizam a frase: feios, porcos e maus.
Os pobres de circunstância são muito diferentes. São pessoas que tiveram problemas na sua vida, fruto das mais variadas circunstâncias, que os levaram à pobreza mas que, ajudados, querem e podem sair dela. Muitas vezes, estas pessoas nem pedem ajuda porque têm vergonha: a chamada pobreza envergonhada. 
São dois grupos muito diferentes. Separar o trigo do joio nestes dois grupos não é nada fácil. Posto isto, como é normal em Portugal, por uns pagam todos e acho muito bem que as instituições fiscalizem os apoios e ponham as pessoas a colaborar/trabalhar para o bem comum. Era o que faltava serem gastos recursos, muitas vezes públicos, para manter vícios. Além disso, estes vícios têm repercussões nas prisões, nas polícias, nos hospitais, em muitos institutos e serviços públicos. 
É um lugar comum confundir-se pobreza com porcaria, com falta de estudos, com má educação. Pobreza não é nada disso. Pobreza é um estado transitório de uma pessoa que não teve sorte com o berço, com a vida, com ambos.
Toda e qualquer pessoa com trabalho, dedicação e resiliência, no nosso país, pode sair de uma situação dessas. São inúmeros os casos de pessoas que conseguiram vingar na vida. Só que dá trabalho,... muito trabalho. 
Assim, pobreza só de espírito!

Alguns pais não percebem... Já lá cheguei!

"Daqui a nada, são um homem e uma mulher, vão-se esquecer de nós, e o que é que se pode querer mais da vida? Haverá coisa melhor do que ter filhos que se esquecem de nós?"

João Tordo, O deslumbre de Cecília Fluss

domingo, 14 de maio de 2017

Lindo


Pode ser

Pode ser um Músculo
Pode ser saudade
Pode ser dor
Pode ser vontade,
Pode ser TAmanhO
Pode ser alento
Pode ser Grande
Pode ser sofrimento,
Pode ser fortE
Pode ser encarnado
Pode ser fraco
Pode ser mal_tratado,
Pode ser ciúme
Pode ser feliz
Pode ser um lume
Pode ser petiz,
Pode ser čonfüsø
Pode ser tristeza
Pode ser órgão
Pode ser moleza,
Pode ser ENORME
Pode ser paixão
Pode ser verdade
É o coração.

Ganhar o Festival Eurovisão da Canção?


Milagre do 13 de Maio.



quarta-feira, 10 de maio de 2017

terça-feira, 9 de maio de 2017

Boa malha

A história é a necessidade da certeza dentro de uma enorme dúvida. (...)
A história não existe porque temos a certeza, existe porque não a temos.

João Tordo, O deslumbre de Cecilia Fluss

Thinking outside the box

Memória + Tempo - Decadência = Verdade

João Tordo, O deslumbre de Cecilia Fluss