sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Mr. Church

Um livro deve ler-se do início para o fim, mas deve perceber-se do fim para o início.

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Casa Amarela

"Se você conversar com muitos malucos, mais dia, menos dia, você vai descobrir um génio."

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Bom ou mau? Confuso...

- Tenho saudades de minha casa, lá na Itália.
- Também eu gostava de ter um lugarzinho meu, onde pudesse chegar e me aconchegar. 
- Não tem, Ana?
- Não tenho? Não temos, todas nós, as mulheres.
- Como não?
-  Vocês, homens, vêm para casa. Nós somos a casa. 

Mia Couto, O Último Voo do Flamingo, Caminho


terça-feira, 18 de outubro de 2016

Portugal!

Afonso não bateu na mãe,
Adamastor deixou ir mais além.
Moniz não foi esmagado,
Pombal não estava errado. 

José nunca reinou,
Sócrates nada roubou.
Sá Carneiro não foi acidente,
João IV não estava doente.

O Galo não foi verdade,
Fátima não foi milagre.
Inês não morreu de paixão,
Isabel não transformou o pão.

Nuno vendeu as espadas,
Salazar tinha namoradas,
A Sebastião ninguém o vira,
Portugal é uma mentira!

Boa tarde.

domingo, 16 de outubro de 2016

Quadrado? Eu? Cada vez mais redondo...

"É importante haver um desprendimento e sobretudo tabelarmos as expectativas para que fiquemos gratos pelo que temos, mais do que estarmos permanentemente ansiosos para ter alguma coisa que não temos. 
Tento celebrar o que a vida já me deu e o que a vida me dá e tento sobretudo não desperdiçar as pessoas,  não deixar que as pessoas que eu gosto possam duvidar que gosto delas."

Valter Hugo Mãe 

Três, dois, um..

"A idade não importa a menos que você seja um vinho."

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Sim...

"O que acontece é que as pessoas desinteressam-se dos trabalhos e não os fazem bem porque não têm poder de decisão. A sociedade tem de encontrar mecanismos de colocar mais próximo os que pensam e os que fazem. Esta separação entre o trabalho manual e o trabalho intelectual, entre o trabalho de direção e de base é péssimo." (Adap.)

Raquel Varela, Prova Oral

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Bola de Sabão

Sinto o silêncio nas veias
Cada vez que, sozinho, procuro a razão
pela qual somos apenas o que somos:
um capricho do universo,
uma birra da existência,
que insiste em pensar que é mais importante do que verdadeiramente é, 
e que, por isso, comete todo o tipo de desumanidades 
quando pensa que se pode
eternizar.

Para o universo somos menos que uma bola de sabão, muito menos. 
Quem nos dera ser uma bola de sabão.
Eu queria ser uma bola de sabão.
A verdadeira sabedoria está em perceber que nunca chegaremos 
perto da existência de uma bola...
de sabão!



3 regras.

"Três regras: não prometa nada quando estiver feliz; não responda nada quando estiver irritado; não decida nada quando estiver triste."

Tati Bernardi

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Duas linhas paralelas

Duas linhas paralelas 
muito paralelamente 
iam passando entre estrelas 
fazendo o que estava escrito: 
caminhando eternamente 
de infinito a infinito. 

Seguiam-se passo a passo
exactas e sempre a par
pois só num ponto do espaço 
que ninguém sabe onde é
se podiam encontrar
falar e tomar café.

Mas farta de andar sozinha
uma delas certo dia
voltou-se para a outra lina
sorriu-lhe e disse-lhe assim:
“Deixa lá a geometria
e anda aqui para o pé de mim...”

Diz-lhe a outra: “Nem pensar!
Mas que falta de respeito!
Se quisermos lá chegar
temos de ir devagarinho
andando sempre a direito
cada qual no seu caminho!”

Não se dando por achada
fica na sua a primeira
e sorrindo amalandrada
pela calada, sem um grito
deita a mãozinha matreira
puxa para si o infinito.

E com ele ali à frente
as duas a murmurar
olharam-se docemente
e sem fazerem perguntas
puseram-se a namorar
seguiram as duas juntas.

Assim nestas poucas linhas
fica uma história banal 
com linhas e entrelinhas 
e uma moral convergente:
o infinito afinal 
fica aqui ao pé da gente!

José Fanha

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Se queres testar a amizade de um amigo...

Convida-o para lanchar e vê se ele te deixa comer a parte do meio da torrada



ou

Pede-lhe emprestada uma casa em Paris onde tu é que escolhes a decoração.

Ver aqui


domingo, 2 de outubro de 2016

Telepatia

Fumo um cigarro e controlo o tempo,
Travo uma passa e compro o momento,
Bebo um café e tudo é perfeito,
Sou muito feliz assim deste jeito.

Escrevo um poema e peço um cinzeiro,
Sinto-me mais hábil que um relojoeiro,
Compro mais um maço e tusso o catarro,
Pode faltar tudo menos um cigarro. 

Sinto ambivalência nos meus sentimentos,
Amo o meu corpo e os bons momentos,
Sofro com a perda mas mantenho a calma,
Salvo o minha vida mas perco a minha alma!


sábado, 1 de outubro de 2016